PAT, DUDU, BENÍCIO E HELENA - PARTO DOMICILIAR PLANEJADO

31/05/2018 quinta-feira: Acordo com o Benicio se mexendo na cama, uma contração dolorosa, olho no celular, são 06:06 da manhã. Fico mais umas 4 contrações deitada, achando que vão parar a qualquer momento. Mas não para. Vou ao banheiro e depois fico no sofá contando algumas contrações. Mando mensagem pras parteiras, doulas e fotógrafa avisando que parece que vai começar. rs 


Ariana está em outro tp (em Queimados), Driele saindo do plantão (em Mesquita)… 7:15 estou contraindo 3 em 10 minutos, elas duas decidindo quem chegaria mais rápido aqui em casa, e eu dizendo pra decidirem com calma pq estava tuuudo tranquilo, tuuuudo bem. 7:30 acordo Dudu e ficamos os dois na sala, terminando de arrumar as coisas do parto. 8:00 Benicio acorda, eu digo que a irmã vai nascer, ele senta ao meu lado, diz que daqui a pouco minhas amigas vão chegar e fica acompanhando tudo. Nesse momento eu passava pelas contrações sentada na poltrona apenas respirando fundo. Ben todo querido me trouxe girafinha de pelúcia, livros de Jesus (evangelho e o livro dos espíritos) e segurava minhas mãos na contração.


Pouco depois fiquei algumas contrações na bola, mas rápido já começou a doer de não dar pra ficar sentada. Levanto e as contrações já estão bem mais próximas e dolorosas, já não passo tão zen por elas. Pouco depois, às 09:00 chega Driele, ausculta Helena, tudo certo. Ela diz que vai arrumar o material de parto e a vejo se movimentando pela sala. 09:20 chegam as doulas. Bolsa de água quente pra compressa, óleos essenciais no difusor, sorrisos queridos, Ben se sentindo acolhido por elas. 


Até esse momento eu não quis ir para o chuveiro, sabia que o negócio iria apertar, e precisava das parteiras e doulas para me sentir segura. Pouco depois decido ir para o chuveiro morno, Rochelle comigo no box. Driele ausculta Helena, posição já mais baixa, contrações bem intensas. Começo a vocalizar e soltar uns palavrões. rs


Percebo que Ana chegou, mas nem consigo abrir os olhos pra falar com ela. Driele me oferece a banqueta de parto, mas de pé consigo me movimentar melhor, prefiro permanecer assim. Sinto Helena descendo cada vez mais, que mágica essa consciência corporal! Sinto perfeitamente quando a cabeça chega ao canal vaginal.  Alguém pergunta se quero a piscina, sinalizo que sim, mas sei que não dará tempo. “Dudu! Quero Dudu!” ele entra no box comigo. Essas são as contrações mais dolorosas, e digo “ não quero mais essa contração, quero contração de expulsivo” (a doida acha que pode escolher rsrs) Dudu é o apoio que preciso para me entregar ao expulsivo, e os puxos começam com força.


“Drieeeeele” quero vê-la ali perto, ela já está sentada bem pertinho de nós. Força, muita força, solto todo meu peso nos braços do Dudu e concentro toda minha força para trazer Helena ao mundo. Primeiro sai a cabeça, eu digo “não quero esperar a próxima contração” mas ainda estou contraindo e continuo empurrando. 


Então ela nasce, às 10:07. Driele a pega e peço imediatamente para dar pra mim. Então estamos ali, eu e minha pequena nos meus braços. Sento na banqueta, Benicio entra no box, e ficamos ali nós quatro, nossa família, por minutos que pareceram a eternidade. Helena chegou, nossa menininha, como um raio de Sol, no último dia do mês de maio. Ariana, minha tão querida parteira, chega minutos após Helena nascer. O trajeto Queimados x Bangu nunca foi tão rápido. rs


Fomos cuidadas e avaliadas por nossas maravilhosas parteiras, com todo carinho de nossas doulas, tudo registrado pela minha fotógrafa dos sonhos. Eu pari, de pé, no banheiro da minha casa. Com o apoio do meu marido, sendo observada pelo meu filho, cuidada por uma enfermeira obstetra, duas doulas é uma fotógrafa que também é doula. Essa parto, o parto domiciliar dos meus sonhos, foi possível pois tive o apoio do meu marido. Pois essas mulheres maravilhosas toparam estar comigo nessa jornada. Esse dia perfeito ficará para sempre guardado em nossos corações. Serei eternamente grata a Deus por ter cuidado de cada detalhe para que fosse o melhor possível, ainda melhor do que sonhei.

Enfermeiras Obstetras
Sankofa - Atendimento Gestacional 
Doulas
Luiza Avellar
Rochelle Virmond
Fotógrafa
Ana Kacurin

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Instagram: @materniza

Facebook: /espacomaterniza

Email: espacomaterniza@gmail.com

Tel: 21 99875-0848