Buscar
  • Luiza Avellar

Desafios mesmo para um expert

Nem sempre se preparar para a amamentação adianta. Você leu sobre a pega correta, viu como fazer, como corrigir se o bebê pegar errado, posicionamentos, fisiologia, questões hormonais e etc. Às vezes, mesmo com tudo isso, na hora H tudo desanda e o bebê machuca o peito.


Isso pode acontecer por diversos motivos. Mamas muito grandes, hipergalactação (quando a produção é excessiva), freios no bebê, aréola muito pequena, mamadas não efetivas, enfim! Não adianta só observar a pega.


Para começar, uma mama muito grande pode fazer com que aquela boquinha miúda do recém-nascido escape com facilidade e desfaça a pega, deixando o bebê até irritado. Colocar na pega invertida, usar uma tipoia nos seios e manter as mãos fazendo a prega em “C” durante toda a mamada pode ajudar. Fique tranquila, isso será necessário apenas enquanto a amamentação não se estabelece, o que dura em torno de 6 semanas. Depois que o bebê e você pegarem o jeito, tudo flui de forma mais natural.


Na hipergalactação o bebê pode engasgar, tossir, cuspir, ficar irritado e soltar o seio várias vezes. O que pode ajudar é amamentar reclinada para diminuir o fluxo de leite. Colocar também o bebê em uma posição mais vertical, como a do cavalinho, faz com que ele tenha mais controle na mamada, ou deitar na cama de lado com o bebê. Faça apenas uma ordenha de alívio e não ordenhe muito, pois quanto mais estimular, mais vai produzir leite.

Os freios podem fazer com que a pega tenha algo de errado em seu interior, mesmo que por fora pareça estar tudo bem. Se está doendo, procure um odontopediatra que possa avaliar e se necessário for, faça a frenectomia.


A aréola muito pequena pode dificultar que o bebê pegue com a boquinha mais aberta. Pode ser interessante variar as posições e deixar que a boca ultrapasse um pouco o limite da aréola.


Bebês que não fazem mamadas efetivas por muito tempo podem estar assim por conta de bicos artificiais ou simplesmente por serem mais preguiçosos. Suspenda o uso de chupetas e mamadeiras. No caso dos preguiçosos, existem formas de estimular o bebê a voltar a mamar quando adormece.


Essas e outras questões não são motivos para desistir. Se você quer muito amamentar, não tem bico invertido que seja um impedimento. Procure uma consultora em amamentação e peça ajuda. No início, com o desespero e o puerpério parece que nunca os desafios irão embora, mas acredite: em poucas semanas tudo irá se estabelecer.



0 visualização
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Instagram: @materniza

Facebook: /espacomaterniza

Email: espacomaterniza@gmail.com

Tel: 21 99875-0848