Buscar
  • Luiza Avellar

Fazendo o peito de....peito oras!

Fazendo o peito de peito

Quantas vezes a gente escuta que nosso bebê está fazendo o peito de chupeta? Ou se o bebê é pequeno e fica um tempão pendurado no peito ou se o bebê é grande e as pessoas julgam que já passou da hora de desmamar.

A verdade é que nenhum bebê faz o peito de chupeta, afinal de contas, a chupeta veio depois e com o intuito de substituir a função de acolhimento e de calmante que o peito sempre teve. Quando os bebês que chupam chupeta choram, alguém já vai colocando o artifício na boca da criança e ninguém os julga por isso ou fala que não está suprindo a verdadeira necessidade dela.

Se todos soubessem que o seio e o leite materno não servem apenas para nutrir de alimentos, mas também para nutrir o emocional, talvez entenderiam tudo. Os bebês (e não estou falando apenas dos recém nascidos, mas principalmente eles) não mamam só por fome e sede. Eles mamam por causa de medo, de insegurança, por aconchego, saudades, sono, dor... São tantos os motivos. Existe uma coisa chamada “sucção não-nutritiva”, que engloba tudo isso daí. E ela é extremamente importante para o desenvolvimento cerebral, psicológico e consequentemente até físico do bebê.

Portanto, não tenham medo de dar peito demais ou da criança ficar mal acostumada. Isso não existe, pois faz parte da nossa natureza humana esse contato tão frequente com o peito. Peito nunca é demais e os riscos que uma chupeta pode trazer são muitos, te garanto que não vale a pena.


0 visualização
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Instagram: @materniza

Facebook: /espacomaterniza

Email: espacomaterniza@gmail.com

Tel: 21 99875-0848