Buscar
  • Luiza Avellar

Intervenções da doula no parto

Sim! A gente fala muito das intervenções desnecessárias da equipe médica e dos hospitais, mas e a doula? Não é também uma intervenção? Sobre isso que quero falar com vocês. Se a gente entende o parto como um evento fisiológico do corpo, quando estamos assistindo um parto, se ele está evoluindo normalmente não tem necessidade de fazermos nada. Nós não temos que ser personais de parto. Temos apenas que observar. Observar a mulher e o ambiente, ajudar a passar pelas dores e pelas emoções que vem à tona. Mas pra que vamos ficar mandando ela fazer isso ou aquilo? Mudar de posição, fazer spinning babies, agachar, dançar e etc? Para tudo gente! Tudo isso é intervir e a gente só tem q intervir quando necessário. Claro que são intervenções não invasivas, que existem para utilizarmos tentando evitar as intervenções mais invasivas. Mas ainda sim, só temos que usá-las QUANDO necessário.

E como sabemos quando é necessário? Quando vemos q o parto não evolui. Que a mulher está num parto arrastado e não vemos nenhum progresso, seja de dilatação ou de posicionamento do bebê. Quando vemos que tem algo diferente do que era esperado (sendo que partos são sempre imprevisíveis e não da pra esperar nada). Não contrate uma doula achando que ela vai ficar mandando vc pra lá e pra cá porque nem você na hora vai querer isso. A doula está ali pra observar, acolher, abraçar, dar a mão, te dar um olhar, ajudar seu parceiro/a também a passar por todos os medos e intervir QUANDO necessário.

E aí? Como foi ou está sendo com a doula?



3 visualizações
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Instagram: @materniza

Facebook: /espacomaterniza

Email: espacomaterniza@gmail.com

Tel: 21 99875-0848