Buscar
  • Luiza Avellar

Mamassutra

Mamassutra

Quando o bebê nasce pode parecer impossível que um dia qualquer posição será confortável amamentar. Você viu fotos de mulheres amamentando seus filhos em posições inusitadas e não consegue se imaginar assim. Com todas as dificuldades iniciais você não vê a luz no fim do túnel, mas acredite, ela existe!

Sempre que uma cliente minha passa por grandes dificuldades para que a amamentação se estabeleça eu sempre reforço muito para que ela INSISTA, PERSISTA, TENHA FÉ E CALMA. Falo que em até 6 semanas, por mais impossível que pareça, a amamentação vai se tornar prazerosa (não para todas as mulheres, mas para a grande maioria. Aquelas que não tem prazer em amamentar tem muito mais a ver com o psicológico do que com dores físicas). E a minha grande satisfação é que, todas elas, após 1 mês ou no máximo essas 6 semanas voltam me relatando que não conseguem mais se imaginar sem amamentar, de tanto que estão amando esses momentos.

A partir daí as mulheres costumam ficar à vontade e o bebê também com facilidade de mamar em qualquer posição: deitada de lado, bebê deitado sob a mãe, sentada na tradicional, invertida, cruzada e por aí vai. Conforme o bebê vai crescendo esse número de posições ficam cada vez maiores.

Quando o bebê aprender a engatinhar, ele vai querer ficar muito no chão para explorar, com isso é bem capaz de você um dia se pegar amamentando no chão enquanto brinca com seu bebê, toda torta. Quando o bebê aprender a ficar em pé, antes até de aprender a andar, não vai mais querer sossegar e ficar quieto, vai querer mamar em pé no chão e você ficará inclinada para a frente para isso ser possível. Quando o bebê tiver todo controle do corpo dele, até de cabeça para baixo se pendurando por cima de você ele vai querer mamar.

E a gente sempre acha engraçado tudo isso. Isso é um sinal de que se tornou muito prazeroso amamentar. Portanto, se você está passando pelo pós parto e pelas dificuldades, acredite, vai passar! Tudo passa! E o que fica é só amor e a relação que você terá criado com seu bebê. Todo aquele rigor e técnicas iniciais que ficamos parecendo que estamos mexendo com um robô de tanto detalhe que temos que observar e corrigir vão embora. A mamassutra existe e é real!


3 visualizações
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Instagram: @materniza

Facebook: /espacomaterniza

Email: espacomaterniza@gmail.com

Tel: 21 99875-0848