Buscar
  • Luiza Avellar

Rede de apoio consciente

Com certeza vocês já ouviram muito falar o quão importante é ter uma rede de apoio paro o puerpério. Ter gente próxima que ajude com a faxina, com a comida, com o bebê para que a mãe possa tomar um banho ou comer, enfim, são inúmeras situações que a família mais próxima pode ajudar sem interferir na relação que está sendo construída entre mãe e bebê (e pai também, quando esses são presentes).


O problema é que essa rede de apoio precisa ser escolhida a dedo. Precisam ser pessoas que estejam abertas a aprender o que há de mais recente de evidências científicas em amamentação. Precisam ser pessoas que irão respeitar as suas escolhas e te fortalecer na hora do desespero. Precisam ser pessoas livres de julgamentos (palpites sempre existirão, mas existe um limite para que eles não passem a ser falta de respeito com a mãe). Por último, precisam ser pessoas que você tenha abertura para poder reclamar quando necessário em vez de fazer cerimônia por estar sem graça que a pessoa está te ajudando e você não quer contrariá-la.


Toda essa cautela porque no puerpério ficamos emocionalmente instáveis, acontece em 85% dos casos o famoso baby blues e os hormônios estão à flor da pele. Se você tiver dificuldades no início da amamentação, algumas pessoas falando que você não tem leite (porque não entendem e não leram nada sobre isso) podem te fazer realmente acreditar que você não tem leite. Pessoas oferecendo uma chupeta e uma mamadeira falando para você descansar, quando você estiver no auge do seu cansaço também farão você sucumbir.


Não que seja um problema sucumbir, mas se você estudou, leu e se informou, provavelmente não pensa que sucumbir seja uma opção agora. Se não houver pessoas mal informadas falando asneiras para você e sim te apoiando no que realmente é preciso (pois estão atualizadas), será mais difícil você sucumbir a tudo aquilo que você estudou e não deseja, e que são coisas que podem realmente atrapalhar tudo.


Caso você se informe, leia, entenda e tenha com você uma rede de apoio forte, atualizada cientificamente e mesmo assim cair na tentação de uma chupeta ou mamadeira ou seja lá o que acontecer, ninguém aqui está querendo julgar por isso. Cada um sabe de seus limites e nós consultoras queremos sempre o melhor para a mãe, pois uma mãe infeliz fará seu bebê também infeliz. Então o que eu quero trazer aqui não são radicalismos, mas informação. Se você não pretende fugir das recomendações da OMS, Ministério da Saúde e Associação Brasileira de Pediatria, escolha sua rede de apoio com muito cuidado e passe informação para ela antes mesmo do bebê nascer. Te garanto que o puerpério será um pouquinho mais leve.



0 visualização
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round

Instagram: @materniza

Facebook: /espacomaterniza

Email: espacomaterniza@gmail.com

Tel: 21 99875-0848